• Dr. Douglas Kind Eleutério

Vitamina D - A “vitamina do sol"


A vitamina D está sob os holofotes da mídia especializada em saúde. Muitos profissionais, médicos ou não, atribuem à suplementação de vitamina D inúmeros benefícios, como imunidade, longevidade, resistência, cura de doenças entre outros. Mas até onde isso é verdade? O que dizem os artigos científicos sobre isso? Vamos saber mais? O que é a vitamina D? A vitamina D é um hormônio com duas formas principais:

  • Vitamina D2 (ergocalciferol): presente em alguns vegetais.

  • Vitamina D3 (colecalciferol): presente em peixes gordurosos de águas profundas, gema de ovo, fígado bovino e pode ser produzida na pele a partir de precursores metabolizados pelos raios ultravioletas dos sol (UVB).


Tanto a forma D2 quanto a D3 podem ser utilizadas na suplementação, mas a D3 é mais usada na prática, pois tende a aumentar mais os níveis sanguíneos da vitamina D. Qual é a importância da vitamina D e os riscos de apresentar baixos níveis? Saúde óssea e muscular: a vitamina D está associada ao equilíbrio do cálcio e metabolismo ósseo.

  • Deficiência leve: osteoporose, aumento do risco de quedas e fraturas.

  • Deficiência prolongada e severa: provoca hiperparatireoidismo secundário com desmineralização dos ossos (osteomalácia em adultos e raquitismo em crianças). Podem ocorrer ainda dor óssea, fraqueza muscular, fratura e dificuldade para andar.

  • Uma metanálise mostrou redução do risco de fraturas não vertebrais com doses de reposição superiores a 400UI/dia. Outra demonstrou a redução do risco de quedas com doses superiores a 700UI/dia e com níveis séricos acima de 25ng/ml.

  • Estudos associaram níveis de vitamina D < 10ng/ml e 20ng/ml a fraqueza muscular em crianças e adultos.


Saúde cardiovascular: alguns estudos sugerem que baixos niveis de vitamima D estejam associados a um maior risco cardiovascular, mas a suplementação de vitamina D não mostrou redução de desfechos cardiovasculares. Diabetes tipo 1: alguns estudos associaram baixos níveis de vitamina D ao diabetes tipo 1, mas outros estudos não. Saúde respiratória:

  • A deficiência de vitamina D está ligada a declínio acelerado na função pulmonar, aumento da inflamação e imunidade reduzida em doenças pulmonares crônicas.

  • Em relação à asma, os estudos são conflitantes, algum mostrando benefícios, outros não.

  • Suplementação de vitami