• Dr. Douglas Kind Eleutério

Os riscos do uso de anabolizantes



Quase todos os dias recebo no consultório pacientes com desejo de ganho de massa muscular ou melhora de performance física por meio do uso de esteroides anabolizantes.


A maioria fala abertamente que deseja "uma ajudinha" no processo de hipertrofia muscular e boa parte desconhece o fato de que tal prática é contraindicada por todos os órgãos reguladores.


O desconhecimento dos pacientes deve-se, em parte, à postura de muitos profissionais (médicos ou não) que prescrevem ou orientam o uso de esteroides livremente, cobrando muito caro por isso, claro. E fazem isso argumentando que não é prejudicial, que existem vários estudos (geralmente de péssima qualidade e tendenciosos) e que já têm experiência na prática... enfim, a boa e velha enrolação, que para os pacientes leigos parece fazer sentido.


O que os pacientes devem questionar é:


Se o uso de esteroides fosse algo apenas benéfico, sem riscos, por que existem recomendações contrárias de órgãos sérios? Por que há tantos médicos negando a prescrição enquanto outros prescrevem?


O que não é dito pelos profissionais prescritores de esteroides, é:

  • NÃO há uso seguro de anabolizantes.

  • NÃO existe terapia pós-ciclo validada para suprimir os efeitos colaterais, eles irão aparecer mais cedo ou mais tarde.


A ânsia pelo corpo perfeito associada à má prática de alguns profissionais cria o cenário perfeito, no qual o paciente acredita que é um jogo de ganha-ganha, mas só quem ganha é o prescritor.


Vamos falar sobre os riscos do uso dos esteroides anabolizantes? Vejam as dicas.

  • Os esteroides atuam no crescimento celular, levando à hipertrofia. São usados por atletas profissionais e amadores para que consiga