• Dr. Douglas Kind Eleutério

O que é o vegetarianismo?


Conceitos gerais sobre vegetarianismo

A dieta vegetariana é, historicamente, associada a melhores condições de saúde e qualidade de vida.

Os vegetarianos são, no geral, vistos como pessoas saudáveis, algo que engloba hábitos além do padrão alimentar. Entretanto, nem sempre isto é uma verdade, ainda mais com a popularização do vegetarianismo. Vamos falar sobre este tipo de padrão alimentar e os efeitos sobre nosso organismo. O que é o vegetarianismo? As dietas vegetarianas variam consideravelmente dependendo do grau de restrições dietéticas. Pela definição "correta" é uma dieta composta principalmente de cereais, frutas, vegetais, legumes e nozes. Alimentos de origem animal, incluindo leite, laticínios e ovos geralmente são excluídos. Entretanto, variações menos restritas são comuns. Os principais padrões são:

  • Macrobiótico: vegetais, frutas, legumes, algas marinhas, grãos inteiros, especialmente o arroz integral. Frutas cultivadas localmente são recomendadas. Alimentos de origem animal limitados a carnes brancas podem ser incluídos na dieta uma ou duas vezes por semana.

  • Semivegetariano: a carne ocasionalmente é incluída na dieta. Algumas pessoas que seguem essa dieta podem não comer carne vermelha, mas podem comer peixe e talvez frango.

  • Lacto-ovovegetariano: ovos, leite e produtos lácteos estão incluídos, mas nenhuma carne é consumida.

  • Lactovegetariano: leite e derivados são incluídos na dieta, mas nenhum ovo ou carne são consumidos.

  • Vegetarino: ovos, leite, produtos lácteos e carne são excluídos.

  • Vegano: todos os produtos de origem animal são excluídos, incluindo carne, ovos, leite, produtos lácteos, mel, gelatinas, entre outros. O veganismo não se refere apenas ao padrão alimentar, mas também à forma como o indivíduo se posiciona em relação aos meios de produção e à exploração animal. Produtos que contenham partes de animais como o couro, peles, pelos e outros, assim como aqueles em que animais foram utilizados em testes na sua cadeia produtiva, são excluídos.

Quais são os efeitos de uma dieta vegetariana sobre a saúde? Os efeitos de longo prazo são difíceis de separar dos elementos de estilo de vida associados, na maioria da vezes, a uma dieta vegetariana. Os vegetarianos têm, muitas vezes, outros bons hábitos, como a prática de exercícios regulares e evitar tabaco e produtos alcoólicos o que acaba favorecendo seus índices de saúde. No entanto, estudos observacionais sugerem que o consumo de uma dieta vegetariana está associado a uma menor incidência de obesidade, doenças cardiovasculares, hipertensão, diabetes tipo 2 e certos tipos de câncer. Os resultados de estudos randomizados encontraram um impacto benéfico das dietas vegetarianas em uma série de fatores de risco cardiovascular. A adequação nutricional de uma dieta vegetariana deve ser avaliada individualmente. Os veganos, que normalmente excluem os produtos lácteos de sua dieta, podem ter baixa densidade mineral óssea e maior risco de fraturas devido à ingestão inadequada de cálcio. Pacientes em dieta vegetariana que excluem completamente os produtos de origem animal também podem ter ingestão inadequada de vitamina B12 e podem precisar tomar suplementos de vitamina B12. Alguns irão apresentar deficiência de ferro, que deve ser suplementada. É possível ganho de massa muscular com dieta vegetariana? Sim. Com um acompanhamento nutricional adequado e com suplementação proteica com suplementos veganos (como os que são extraídos a partir de ervilha e arroz) é possível conseguir hipertrofia muscular, observando-se a necessidade de outros fatores necessários, como qualidade de sono, qualidade do treinamento físico e intervalos de descanso.