• Dr. Douglas Kind Eleutério

Dieta mediterrânea - A melhor de todas?



O que é dieta mediterrânea?


Trata-se de um padrão alimentar seguido em boa parte da região litorânea do Mediterrâneo. A sua fama vem do fato de que indivíduos destas regiões têm uma tendência a viverem mais e serem menos acometidos por câncer e doenças cardiovasculares.


O segredo não tão surpreendente deste sucesso é a associação de um estilo de vida ativo a uma dieta pobre em carne vermelha, açúcar, gordura saturada e rica em produtos como verduras, legumes, nozes e outros alimentos saudáveis.


Por este motivo, figura sempre entre as melhores dietas em rankings especializados.


Embora não seja a melhor para perder peso, ela é considerada a melhor entre as dietas saudáveis, para controle de doenças cardiovasculares, controle do diabetes e está entre as mais fáceis de serem seguidas.


Como funciona a dieta mediterrânea?


É um padrão alimentar que não segue regras impositivas, ou seja, há certa liberdade inclusive em relação à quantidade de calorias. E não existe um só tipo de dieta mediterrânea, pois os padrões alimentares dos vários países da região são diferentes, mas algumas características saudáveis são comuns a todos.


Na prática, enfatiza o consumo de:

  • Frutas.

  • Verduras e legumes.

  • Grãos inteiros.

  • Leguminosas (especialmente o feijão).

  • Azeite de oliva.

  • Ervas e temperos naturais.

  • Peixes e frutos do mar: algumas vezes por semana, sem excesso.

  • Aves, ovos, queijo e iogurte: de forma moderada.

  • Doces e carnes vermelhas: apenas em ocasiões especiais.

Finalize as refeições com um pouco de vinho tinto (se puder e desejar) e lembre-se de permanecer fisicamente ativo.


Quais são as vantagens da dieta mediterrânea?


Os principais benefícios desta modalidade de dieta são redução de peso associada à prevenção de doenças crônicas, que se reflete na longevidade da população. De forma esquematizada, temos:

  • Redução de peso.

  • Melhora da saúde cardiovascular.

  • Redução do risco de câncer.

  • Prevenção e controle do diabetes

  • Grande diversidade de alimentos saborosos.

  • É uma dieta geralmente fácil de seguir, pois não proíbe grupos alimentares inteiros, apenas reduz de forma importante alimentos processados e com potencial de dano para a saúde.

  • É uma dieta com grande potencial de saciedade, pois é rica em fibras e gorduras saudáveis, que ajudam reduzir o apetite excessivo.


Quais são as desvantagens da dieta mediterrânea?


Pode ser uma dieta um pouco cara, pelo tipo e qualidade elevada dos produtos, que são muito valorizados. Mas isto vai depender de como sua dieta será estruturada em relação à quantidade e qualidade dos alimentos.


Como seguir uma dieta mediterrânea?


O primeiro passo é passar por uma avaliação médica, buscando identificar e tratar possíveis fatores de risco cardiovascular e outras doenças crônicas. Depois, procurar um nutricionista capacitado para orientações e acompanhamento. As atividades físicas devem ser iniciadas de forma concomitante após avaliação e liberação médica.


Dúvidas? Agende uma consulta com profissional capacitado.


Fonte: https://health.usnews.com/best-diet/mediterranean-diet


Este Blog é de caráter informativo. Nenhuma informação dos textos deve ser considerada indicação médica. Dados científicos podem variar conforme a fonte ou o momento de sua publicação. Para esclarecer suas dúvidas ou buscar tratamento, procure um médico.

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo