• Dr. Douglas Kind Eleutério

Dieta Flexitariana - O semivegetarianismo


O que é a dieta semivegetariana?


Flexitarianismo é junção de duas palavras: flexível e vegetarianismo. O termo foi criado há mais de uma década pela nutricionista Dawn Jackson Blatner em seu livro de 2009 "A Dieta Flexitariana: A maneira principalmente vegetariana de perder peso, ser mais saudável, prevenir doenças e adicionar anos à sua vida" (em tradução direta).


Na prática, é uma dieta semivegetariana, onde você pode ser vegetariano na maior parte do tempo, mas ainda consumir carne quando tiver vontade.


Ao comer mais plantas e menos carne, as pessoas não apenas perderão peso, mas podem melhorar sua saúde geral, reduzindo doenças cardíacas, diabetes, câncer e viver mais como resultado.


Como funciona a dieta semivegetariana?


O plano Flexitariano proposto pela autora do livro tem algumas regras e contagem de calorias. Mas na prática, uma dieta semivegetariana pode ter inúmeras variações. Você pode, por exemplo, não ter como objetivo a perda de peso e sim a redução de produtos de origem animal.


Alguns definem dieta semivegetariana como aquela em que um indivíduo come carne apenas três vezes por semana, mas até isto pode ser variável. O ideal é o acompanhamento com nutricionista capacitado.


Quais são as vantagens da dieta semivegetariana?

  • Por reduzir o consumo de produtos de origem animal, está associada a:

  • Perda de peso.

  • Redução de doenças cardíacas.

  • Prevenção e controle do diabetes.

  • Maior saciedade, por ser rica em fibras.

  • Melhora do padrão intestinal.

  • Flexibilidade em relação aos tipos de alimentos permitidos.


Quais são as desvantagens da dieta semivegetariana?

  • Pode ser uma dieta difícil de seguir se você não gosta de frutas, verduras e legumes, pois as opções seriam muito limitadas com prejuízo ao prazer alimentar e à saúde.

  • Por retirar boa parte da carne, deve-se ter atenção à suplementação de vitamina B12 e ferro.


Como seguir uma dieta semivegetariana?


Deve-se iniciar aos poucos, retirando a carne uma vez por semana, depois progredindo para mais dias.


Como é uma dieta com restrição parcial a alimentos de origem animal, o ideal é passar por uma avaliação médica e nutricional capacitado para orientações e acompanhamento.


Dúvidas? Agende uma consulta com profissional capacitado.


Fonte: https://health.usnews.com/best-diet/flexitarian-diet


Este Blog é de caráter informativo. Nenhuma informação dos textos deve ser considerada indicação médica. Dados científicos podem variar conforme a fonte ou o momento de sua publicação. Para esclarecer suas dúvidas ou buscar tratamento, procure um médico.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo