• Dr. Douglas Kind Eleutério

Dieta do hCG - Estão enganando você

Atualizado: 30 de ago. de 2021


Indiscutivelmente uma das piores dietas de emagrecimento que existem.


O conceito é associar uma dieta extremamente restrita (em média 500Kcal por dia) ao uso de um hormônio chamado hCG, que não tem nenhum efeito cientificamente comprovado sobre o apetite ou "queima" de gordura.


Na prática é a união de duas péssimas ideias para te iludir e ganhar o seu dinheiro.


Qual é a "teoria" por trás da dieta do hCG?


A ideia é que o hCG teria um efeito em reduzir a fome e acelerar a queima de gordura; isto associado a uma dieta restrita levaria à perda de peso.


Mas vamos lá:

  • Não há dados científicos que associem o hCG com redução de apetite e queima de gordura.

  • Uma dieta de 500Kcal por dia fará você perder peso com hormônio, sem hormônio ou apesar do hormônio.


Então usa-se uma medicação sem efeito comprovado na perda de peso associada a uma dieta que é impossível de ser seguida no longo prazo. Uma ideia que só faz bem pra quem prescreve (se é que me entende).


Além de não te ajudar no processo natural de perda de peso no longo prazo (o único caminho saudável), há vários riscos associados a essa prática:


  • O uso do hCG está associado a aumento do risco de formação de coágulos (tromboembolismo), retenção hídrica, alterações no ciclo menstrual. Alguns estudos associam, inclusive, ao aumento do risco de câncer de mama.

  • Já uma dieta restrita, com consumo de 500Kcal por dia, além de não ser adequada para manter a perda de peso no longo prazo, traz riscos como cetose, náuseas, fraqueza, dor de cabeça, taquicardia, mal-estar e deficiência de nutrientes.


Gostaria de perder peso de forma saudável?


Agende uma consulta com um nutricionista capacitado e inicie um plano de atividades físicas após avaliação médica.


Aqueles com dificuldade em implementar uma perda de peso satisfatória podem, após avaliação criteriosa, fazer uso de medicações validadas para perda de peso, de forma segura e assistida por Endocrinologista.


Este Blog é de caráter informativo. Nenhuma informação dos textos deve ser considerada indicação médica. Dados científicos podem variar conforme a fonte ou o momento de sua publicação. Para esclarecer suas dúvidas ou buscar tratamento, procure um médico.

12 visualizações1 comentário