• Dr. Douglas Kind Eleutério

BCAA - Realmente funciona?

Atualizado: 28 de ago. de 2021


Amplamente difundido entre atletas profissionais e amadores, o BCAA é apontado como um suplemento fundamental para quem deseja aumento no desempenho físico em esportes de força.

Será que o BCAA é tudo isso mesmo?

Vamos ver o que dizem estudos sobre os possíveis efeitos benéficos desta famosa arma do arsenal daqueles que buscam performance esportiva.

Para começar, o que é BCAA?

O BCAA (do inglês, Branched-Chain Amino Acids; Aminoácidos de cadeia ramificada em tradução livre) é um suplemento composto pelos aminoácidos leucina, valina e isoleucina, que são os aminoácidos mais abundantes no músculo. Eles não podem ser sintetizados no corpo, mas grandes quantidades são encontradas em carnes vermelhas, laticínios, grãos e castanhas.

Obs.: vegetarianos podem obter quantidades suficientes se comerem uma quantidade adequada e variada de legumes, nozes, grãos e sementes diariamente.

Por que o BCAA é importante para a saúde muscular?

Eles são oxidados no músculo durante a prática de exercícios de longa duração, participando do processo de produção de energia e evitando a fadiga.

Quais os benefícios atribuídos à suplementação com BCAA?

Há relatos de pesquisas sugerindo que o uso do BCAA auxilia na:

  • Recuperação muscular.

  • Redução da fadiga, especialmente em exercícios de longa duração. – Imunidade: reduz a imunossupressão provocada por exercícios intensos.

  • Hipertrofia muscular: ajuda na síntese de proteína.

Entretanto, há dados conflitantes em relação a estas informações. Em uma consulta ao UpToDate, site especializado em educação e informação médica baseada em evidências, com material confiável e atualizado, temos o seguinte:

  • Embora os BCAAs sejam amplamente utilizados por atletas, não há evidências de alta qualidade de sua eficácia, principalmente quando comparada com a ingestão de uma dieta rica em carne, que é mais barata.

  • Estudos de laboratório descobriram que a taxa de oxidação dos BCAAs é muito baixa para que o processo contribua significativamente para a produção de energia durante o exercício.

  • Em relação a ideia de que os BCAAs ajudam no reparo dos danos musculares provocados pelo exercício, as evidências científicas são limitadas (muitas delas in vitro).

  • Nenhum estudo encontrou qualquer alteração na função muscular como resultado da suplementação de BCAA.

  • Vários estudos relataram reduções na dor muscular após a suplementação aguda e crônica, mas isso é, provavelmente, mais proeminente em indivíduos não treinados.

Quais são os efeitos colaterais possíveis com uso do BCAA?

Os mais comuns são relatos de sintomas gastrointestinais, geralmente com uso de doses diárias muito elevadas.

Como tomar o BCAA?

Pelo que vimos, os dados são conflitantes. Neste cenário, caso queira se informar e/ou fazer uso do BCAA de forma segura, procure um profissional capacitado.


Este Blog é de caráter informativo. Nenhuma informação dos textos deve ser considerada indicação médica. Dados científicos podem variar conforme a fonte ou o momento de sua publicação. Para esclarecer suas dúvidas ou buscar tratamento, procure um médico.

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo